5 dicas para ter sucesso na administração de negócios em beleza e estética

 

alt

 

Uma gestão administrativa mais profissional é alavanca para o sucesso das empresas do segmento de Estética.

 

Professora Patrícia Gesser, da Gesser Consult, fala sobre os desafios que o mercado de Estética apresenta hoje e destaca o que os participantes do 1º Meeting de Administração em Estética, promovido pela RentalMed Cursos em fevereiro de 2018, aprenderam sobre Gestão Administrativa. A administradora destaca a importância do aprendizado permanente e de conhecimentos de gestão para alavancar as empresas do setor. No fim da entrevista, dá “5 dicas de ouro” do que pode ajudar você a atuar de maneira mais profissional e qualificada nesse competitivo mercado e garantir bons resultados.
 
 
 1. Na sua avaliação em que fase o mercado de Estética está quanto à profissionalização das empresas que nele atuam? E qual a importância dessa profissionalização na gestão do negócio?
 
O mercado de Estética está finalmente “acordando” para a necessidade de profissionalização, mas falta muito para termos um cenário ideal, infelizmente ainda existe muito amadorismo. Muitos empreendedores da área ainda preocupam-se bastante com as inovações técnicas e modismos, mas não dão a mesma importância para a qualidade da gestão do negócio.
 
A profissionalização da gestão é tão importante quanto os produtos e serviços oferecidos pelas empresas de Estética pois, sem ela, não há planejamento, execução e controle das atividades das mesmas, o que impossibilita a sobrevivência hoje, quando o cuidado com os colaboradores e clientes, a inovação, qualidade, tecnologia e a transparência são itens essenciais ao sucesso. Vejo em minhas consultorias a má gestão financeira, de estoque e do capital humano como as maiores carências em empresas de Estética.
 
 2. Quais seriam os principais pontos de atenção que a Sra. destacaria para os empresários da área?
 
A maioria dos empresários da área são profissionais da Estética e desconhecem ou conhecem pouco sobre ferramentas de gestão. Não é a área deles, assim como eu, como administradora, entendo pouco de procedimentos e produtos estéticos.  Os pontos que eu mais me preocupo em minhas consultorias são:
 
a. A inexistência de gestão participativa de toda equipe de trabalho: Somando-se talentos e esforços para o bem comum da empresa de Estética, saber a história de cada colaborador, estimular a procura e a disseminação do conhecimento e a cooperação entre os colegas de trabalho são essenciais para o sucesso da gestão de pessoas nas empresas estéticas. É um segmento muito competitivo, aonde nem sempre os comportamentos e as atitudes que se vê são os mais adequados para que o mercado cresça e evolua de forma saudável e profissional.
 
b.Gestão financeira: Em muitos casos é deixada de lado ou feita de qualquer jeito, muitos acreditam que fazem gestão financeira quando fecham o caixa todos os dias. O que vejo muito, muito mesmo, são os empresários da Estética abrirem a gaveta dos seus respectivos caixas e fazerem retiradas de dinheiro sem controle algum. Não definem seus pró-labores e consideram as entradas financeiras como sendo suas. Isso é suicídio empresarial! Não se tem conhecimento de como definem-se preços de produtos e serviços (a maioria copia os preços dos concorrentes, quando sabemos que cada empresa tem sua identidade e características únicas), fluxo de caixa (o que é e como utilizar), o que é margem de contribuição e o ponto de equilíbrio, indicativos da saúde financeira da empresa, dentre outros dados que devem ser coletados e analisados para um correto planejamento financeiro.
 
c.Marketing: Em tempos de redes sociais e ferramentas de busca virtuais, os clientes estão mais exigentes e são conhecedores teóricos de todas as tendências e técnicas na área da Estética. As empresas estão mais expostas e a qualidade dos produtos e serviços comercializados deve ter a excelência que promete, além de preço justo, promoções vantajosas e formas de pagamento atrativas. Conhecer bem o mercado em que se quer atuar, os produtos e serviços adequados a esse mercado, que devem ser vistos pelos clientes como soluções (marketing de valor), são os principais desafios que a gestão de marketing do mercado de Estética enfrenta no dia-a-dia. Técnicas de vendas consultivas, onde a finalidade é vender soluções são as ideais para o mercado de Estética, pois demonstram a genuína preocupação com o cliente.
 
d.Gestão de estoque: O correto e detalhado controle e gestão do estoque, sem exagero, é uma das principais características das empresas de sucesso no mercado de Estética. Como bem sabemos, os investimentos são altos e se não houver um controle visando suprir as necessidades de demanda para cada procedimento realizado na empresa o caos instala-se e não há marketing que salve! Saber o quê e com quem comprar, não depender de um único fornecedor, eleger um colaborador que se responsabilize pelo controle do estoque, definir protocolos de atendimento: quais produtos e quantidade dos mesmos e equipamentos (tempo de uso) são utilizados para cada procedimento, enfim, realizar o planejamento e controle dos recursos que propiciem o sucesso das atividades na empresa de Estética.
 
e.Planejamento (estratégico, tático e operacional): Saber como será ou como é a empresa em Estética (sem fantasias, sem ilusões), para onde e como quero que ela esteja daqui 3, 5, 10 anos é o trabalho da Gestão de Planejamento. O Planejamento Estratégico é feito pelo empreendedor, em conjunto com seus sócios (se houver) e com o (a) Administrador (a). O mesmo deve ser feito antes da abertura da empresa, através do Plano de Negócio, sendo este a ferramenta essencial para desenharmos e analisarmos o curso do empreendimento, devendo ser ajustado conforme as transformações internas e externas à empresa, periodicamente. O Planejamento Tático é feito para o nível gerencial, para cada departamento / área da empresa, juntamente com o Planejamento Operacional que trata exatamente dos profissionais que desempenham os procedimentos estéticos. Todos os profissionais da empresa estética devem ser vistos, ouvidos e terem seus cargos e atribuições definidas e de conhecimento de todos.
 
 
3. Qual o principal benefício prático que os participantes do 1º Meeting em Administração em Estética terão na parte de Gestão Administrativa?
 
Meu objetivo é trazer uma rica troca de conhecimentos e vivências! Tendo ciência da carência desse público na área administrativa, criei em 2010 a Gesser Consult, empresa de consultoria, assessoria e educação corporativa especializada em administração de profissionais e empresas em Estética. Sou apaixonada por esse mercado, tenho muito cuidado e carinho com cada aluno, cada cliente, cada empresa que me confia sua administração. Tenho certeza de que iremos construir juntos conhecimentos práticos e aplicáveis no dia-a-dia da administração de cada empreendimento em Estética representado pelos participantes do Meeting.
 
4. Quais seriam as “5 dicas de ouro” que a Sra. daria para entrantes e veteranos desse segmento?
 
1. Plano de Negócios: realizar um completo Plano de Negócios que contemple cada detalhe da empresa, consultando-o e aprimorando-o constantemente;
 
2. Responsabilidade: ter total ciência da responsabilidade que se tem ao se inserir no mercado de Estética, do comprometimento com o constante aprimoramento do conhecimento, da ética na comercialização de soluções genuínas em produtos e serviços, do cuidado com cada cliente, cada colaborador, tornando a experiência em sua empresa agradável a todos;
 
3. Qualidade: vejo que conseguir a confiança de um cliente em Estética requer o mesmo esforço de um médico ao conquistar um paciente e, assim como na área da Saúde, a Estética exige a excelência da qualidade de seus produtos e serviços. É um mercado que trabalha por indicação, no “boca-a-boca” e há de se ter um cuidado todo especial para a construção de uma imagem de confiança e credibilidade, onde fatores como atendimento ao cliente, domínio total das técnicas empregadas, utilização de produtos e equipamentos de qualidade e acompanhamento no pré e pós tratamento são essenciais;
 
4. Estudar sempre: o mercado de Estética está cada vez mais exigente e para atendê-lo e, melhor, fidelizá-lo faz-se necessário um constante aprimoramento e atualização de conhecimentos;
 
5. Descentralizar: Não sabe fazer? Delegue! Contrate quem sabe! Isso evita e soluciona muitos problemas, alguns que você nem sabe que tem.
 
 5. Como uma boa gestão administrativa pode ajudar em tempos de crise?
 
Eu costumo dizer que a Administração é o coração de toda empresa, capta e gerencia os recursos: humanos, financeiros e materiais, planeja e prevê os cenários futuros, evita e resolve problemas no dia-a-dia empresarial. Ouso dizer que o administrador é o médico das empresas e acredito muito em administração preventiva, que é realizada todos os dias, com cuidado e atenção, evitando transtornos e futuros problemas. Há mais de 20 anos que o mercado de Beleza e Estética não sabia o que era crise, mas atualmente vemos reflexos dela em nosso mercado, o que faz a Administração ainda mais essencial.
 
Chamamos as empresas de Pessoas Jurídicas e como tais, sendo essas pessoas, necessitam de apoio e procedimentos que as mantenham fortes, saudáveis e competitivas. Faz-se necessária uma mudança de paradigmas, valorizar as técnicas de gestão, investir na profissionalização da administração da sua empresa e, finalmente, enxergar que nenhuma empresa se mantém no mercado e progride sem possuir e aprimorar técnicas em gestão.